Hoje sonhei contigo

Hoje sonhei contigo.
A saudade está tão grande que sonho em visitá-lo para matar este sentimento que tanto me machuca. Sonhei que viajei algumas milhas de distância para te ver. Sim, te ver. Olhar no fundo desses olhos azuis e ver que valeu a pena. Poder te abraçar e sentir o calor dos teus braços. Sentir o teu perfume e ter a certeza de viajar para outra dimensão onde permanecem lembranças de nós dois.

Sei que vou chorar, mas, ao mesmo tempo, vou sorrir. Vou te abraçar tão forte para não escapares, pois se fugires podes crer que o meu mundo pode acabar. Vai acabar. É tanta a falta. É tanta a saudade de ti que, às vezes, me apanho a ver as nossas fotos.

Relembrando da nossa amizade e pensando cá com os meus botões: “Será que me esqueceu?” Esqueceu que éramos uma dupla imbatível a jogar às cartas? Esqueceu que fomos daqueles amigos que compartilhavam momentos, histórias, rotina e até comida? Esqueceu de mim?

E são nestas perguntas sem repostas que me vejo com lágrimas nos olhos e a ter a certeza de uma única coisa: a saudade não mata, mas tortura.
Autor desconhecido

também poderás gostar...