Tu mudaste!


Faz já tanto tempo que nunca mais me falaste que já não sei ao certo quanto é. Achava que estávamos bem, mas de repente tudo mudou, tu mudaste e não me soubeste explicar.

Não te consegui acompanhar, achei que aguentava, mas era demais para mim ter-te e ao mesmo tempo não te ter. Foi tão difícil para mim entender que te estava a perder aos poucos, mas eu tentei aguentar o máximo possível e ter forças pelos dois, mas quando apenas um se esforça o destino de qualquer relação é o fim.

Quando me comecei a aperceber, foi difícil levar o barco sozinha, mesmo que por pouco tempo, mas mais complicado ainda foi concluir que todas as nossas promessas se tinham quebrado no momento em que te começaste a afastar.

Talvez não devesse ter desistido tão cedo, podia ter remado mais um bocado e tentar salvar o que ainda restava da nossa relação, mas não, não porque não me queria afundar, não iria permitir que me afundasse mais ainda.

Quando finalmente regressei à superfície percebi que algo estava mudado, eu estava mudada, uma parte de mim afundou-se contigo naquele dia, afundou-se e ainda não regressou à superfície.

Hoje quando olho para trás percebo que parte de mim se afundou, a confiança, sim esta pequena palavra foi o que não se salvou. Desde aquele dia até hoje que tenho medo de me entregar por falta da confiança que eu perdi. Não consigo pensar em entrega plena, não depois do que me fizeste sofrer, sei que vou encontrá-la novamente um dia e até lá vou tentar recuperá-la com todas as minhas forças.

Quando olho para o passado entendo que não, já não te Amo mais, sinto apenas mágoa por ter falta de uma explicação, por depois destes anos todos ainda dou comigo a pensar:

“O que é que nos aconteceu?”

Micaela Sousa

também poderás gostar...