A tua incerteza foi sempre a minha certeza!


A tua incerteza tornou-se a minha certeza.
É bonito saber escrever aquilo que queres ouvir - na tua insegurança eu estive lá para te segurar quando ias a cair.
A incerteza que vives (de não saberes quem realmente és ou o que queres) tornou-se a minha certeza de que tu não és o meu presente e não serás o meu futuro.

Escrever o que queres ler é algo que sabia que alimentava a tua mente de quem não sabe o que quer fazer, mas que tornou para mim claro de que na minha caminhada sem ti não existe um vazio, mas sim um preenchimento que jamais senti ao teu lado.
E foi uma longa caminhada onde o meu sorriso se esforçou sempre para te preencher, enquanto a mim me matava.

Fica-te na incerteza da vida, mas torna-se assertiva nas decisões.

Joana F.  Ferreira (adaptado)

também poderás gostar...