Ela é de virgem



A famigerada perfeccionista. Expansiva e sempre simpática, mas não te enganes: só com quem ela quiser ser. Afinal, ela é realista, dessas que dispensa jogos e artimanhas, do tipo honesta demais; a ponto de lhe trazer incómodos e desafetos que talvez a boa convivência lhe pedisse que ao menos tentasse evitar.

Com ela não existem meios termos, a vida é composta de oitos e oitentas. E se quiseres ficar com ela, há mais uma coisa: a hiperatividade dela vai te afogar ou afastar de vez. Ela é dessas que só se prende se quiser, que sabe que esse lance de par perfeito é só uma teoria romantizada e errónea de algo chamado amor, que na prática, é só uma questão de querer se adaptar.

Se for morno, ela foge rápido. Então fá-la querer ficar. E não esperes grandes declarações nem promessas de amores infinitos, ela será dura contigo como é dura com ela mesma: eterna exigência de melhora que pode fazer com que tu queiras superar constantemente ou com que tu te canses rápido e vás embora.

Não tentes fazê-la escolher entre razão e coração, já que ela é extremamente prática e lógica. Cuida dos detalhes, eles contam mais que grandes acções.

Doses diárias de afeto te surpreenderão enquanto ela estiver feliz ao teu lado. Não permitas que ela se afaste: porque se ela decidir ir embora, dificilmente voltará.

Ficar com ela será um desafio diário. Afinal, enfrentar um génio tão forte não é para qualquer um.

Mas olha, menino, ela é de virgem! Faz tudo e não mede esforços por quem ama, é sempre sincera (mesmo que no início doa um pouco) e quer sempre ser melhor. Ela é analítica, organizada, detalhista.

Ela é um pouco rude, levemente bruta e um pouco cabeça-dura quando se trata de amor. Mas vem cá, menino: quem é que não gosta de um bom desafio, não é mesmo?

Ama ou deixa-a, pois ela é de virgem.

Amanda Armelin (adaptado)

também poderás gostar...