Hoje apeteces-me


Hoje apeteces-me, de uma forma e de uma vontade como se o amanhã não existisse. Mas esse hoje, também já foi um ontem. Apeteces-me de uma forma tão minha de te querer. Não te sei explicar e não é por falta de palavras, mas porque quero saborear , sentir e acima de tudo vivenciar e isso tudo, quero-lo contigo.

É mais forte, essa tua presença mexe tanto em mim, esse olhar me seduz, essa voz palpita-me. E esses lábios... Fazem-me morder mesmo sem antes de te tocar. O teu perfume faz inúmeros sentimentos de tranquilidade até arrepiar-me. Pareço doente Meu Deus. E um simples toque teu, desfaz-me.

Apeteces-me tanto, sabes? Eu quero seguir os teus passos, levantar-te de onde cais. Apenas quero a tua metade para eu ser a outra. Mas quero-te também por inteiro. Mas também quero dividir contigo. Poderemos começar por um chocolate... Momentos quem sabe.

Eu sei, não te posso obrigar nem  implorar-te em ficar. Muito menos proibir-te em não ires embora.

Mas sabes.... para além do meu "apeteces-me" existe um "amo-te".

Vera Oliveira

também poderás gostar...