Só é impossível até acontecer


Quando alguém entra na nossa vida, gera-se uma incógnita gigante, uma página em branco de um livro que cabe a nós escrever. Essas pessoas podem ficar durante uma hora, uma semana, um mês, um ano ou uma vida, cabe a cada um de nós escolher entre fugacidade e a eternidade de uma paixão, assim como a duração de uma amizade!

A vida é feita de escolhas e uma vez feitas é impossível voltar atrás, pois por vezes mesmo que queiramos remediar os erros ou as decisões erradas que tomámos no passado, o tempo é irreversível e a vida segue para a frente. As pessoas que colocamos fora das nossas vidas partem em busca de algo melhor para elas, umas vezes até agradecemos a Deus por isto acontecer, mas outras, ficamos com um amargo de boca gigante, com uma sensação de vazio como se uma parte de nós estivesse em falta, como se perdêssemos ali a oportunidade de sermos felizes. Quando amamos a pessoa que perdemos é o que acontece, sentimos a falta dela a todo e qualquer momento e quando achamos que já passou, algo se encarrega de nos mostrar que não, que ainda está tudo bem fresco na nossa memória e no nosso coração. Podemos até tentar seguir em frente, procurar a felicidade em novas pessoas, mas é impossível esquecer quem para nós já significou o mundo, quem já nos fez corar, quem já nos fez chorar de alegria com um simples “amo-te” e de tristeza com o vazio de um “não te quero mais”, quem já nos colocou um sorriso parvo no rosto a toda a hora, quem passava dias inteiros a falar connosco feliz por saber que nos tinha perto, quem nos incendiava a alma de ternura com um simples sorriso, quem fazia os nossos olhos adquirir um brilho completamente entusiástico sempre que os nossos olhos se tocavam, quem para nós era especial independentemente de todos os defeitos que pudesse ter, quem nos dava vontade de sair à rua e gritar bem alto para que os sete ventos conseguissem ouvir as juras de um amor verdadeiro, quem… quem amávamos e ainda amamos mesmo sem querer!

As pessoas vão, mas as memórias ficam e essas sim magoam, magoam porque não são suscetíveis de ser esquecidas e quando a saudade aperta elas são causa e efeito da dor e do aperto que sentimos no peito. Todos os momentos contam, desde o primeiro olhar, ao primeiro abraço que ficou por dar, passando pelo primeiro beijo, a primeira troca de sorrisos entre os dois, a primeira conversa por muito estúpida que pudesse ter sido, entre outras tantas e tantas recordações que não querem de maneira alguma cair em esquecimento. É engraçado, pois quando tentamos afastar de nós todos esses pensamentos pecaminosos algo parece para nos lembrar, quer seja uma foto que estava esquecida no telemóvel, quer seja uma foto que tenha sido acabada de publicar nas redes sociais, quer seja um bilhete, que anda a vaguear pela casa, de um jogo a que ambos foram, não importa, o que é certo é que haverá sempre qualquer coisa que nos irá lembrar e depois tudo volta. Volta a mágoa e a saudade, volta o desejo de recuar ao passado para aproveitar o que deixámos fugir, voltam aos olhos as lágrimas que espelha a dor que todo o corpo está a sentir!

Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje, o amanhã pode ser tarde e depois arrepender-te-ás de não ter dito ou feito aquilo que te ia na alma, aquilo que o teu coração pedia de mil e uma maneira que fizesses, quer seja elevando os movimentos cardíacos, quer seja contraindo o espaço que ocupa de uma forma espantosamente intensa, não importa, ele é que manda e tu apenas deves obedecer, pois só assim conseguirás ser feliz e viver a vida como ela deve ser vivida, um dia de cada vez e aproveitando sempre cada momento como se fosse o último. Nunca desistir dos nossos sonhos e das nossas crenças é a regra número um, uma vez que apenas quem leva a vida deste modo consegue chegar ao fim desta curta jornada, a que vulgarmente chamamos vida, com orgulho por ter lutado pelas causas em que acreditava e, acima de tudo, por nunca ter desistido das paixões impossíveis, pois na realidade “tudo só é impossível até acontecer”!

Alexandre Valério

também poderás gostar...