Pensei que desta vez seria diferente

Eu pensei, sim eu pensei que desta vez seria diferente, que finalmente existiria  um "nós", que se cada um mudasse um pouquinho, e fizesse a sua parte, poderíamos lidar com as nossas diferenças e as nossas personalidades fortes.

Imaginava-nos juntos, tu com esse jeito tranquilo serias a calmaria e eu com a minha impaciência seria o furacão, dessa forma um completaria o outro.

E perdidos em nossas brigas, nos acharíamos em beijos e abraços, e era assim que tudo iria acabar, porque no fim a gente sempre se entendia e voltava um para o outro.

No fim um de nós voltava atrás, pedia desculpas, e as coisas voltavam ao normal, tinha até declarações de amor, músicas e romantismo, e essa era a melhor parte pois havia amor e havia saudade.

Mas no meio dessas idas e voltas, de desculpas e arrependimentos, acabámos por perder a nossa essência, e o que era inocente e único deu lugar ao orgulho, que foi tomando conta da gente e roubando o mais puro sentimento.

Eu pensei que poderia decifrar-te, as tuas mensagens e palavras, e o teu olhar de quem nunca queria nada. Tu conseguias me enlouquecer, eu amava-te e odiava-te ao mesmo tempo, tudo em um segundo, tudo em um momento.

E quando me perguntavam sobre ti eu não sabia explicar, era difícil falar, de algo que nem eu mesma conhecia, apenas sentia.
Dessa forma nada nunca acabava, mas também não iniciava, ficámos presos ao indefinido. E isso era um problema para mim já que sempre quis controlar tudo, e tu eras o único que eu não controlava, nem os meus sentimentos por ti.

Eu me apeguei de tal forma a ti que sinceramente eu me perdi, fiquei tão confusa, tão aérea nos meus pensamentos, que já não respondia mais por mim, eu nem sabia quem mandava mais aqui dentro.

Mas no meio disso, foi tentando e errando que eu vi, que eu não podia mais ficar ali, não tinha mais espaço para mim, o teu orgulho e teu ego haviam tomado tudo, já era hora de ir, de te deixar, de me redescobrir.

Foi assim que percebi que eu não te amava, não como deveria, eu amava a pessoa que eu havia criado na minha mente, e essa pessoa não eras tu de verdade, essa sempre foi a realidade.

Porém eu confesso que eu pensei, que somente dessa vez, ficaríamos juntos de vez...

Andressa Rufatto

também poderás gostar...