Amor de pele



Como explicar esta vontade irracional de tocar e sentir a tua pele na minha? Que poder tens tu de me balançar as pernas e palpitar o coração?

Não sei se estou apaixonada, não sei o quanto gosto. Só sei que tenho uma vontade louca de ter-te sempre dentro de mim, colado à minha pele.

Conversamos nas letras, nas imagens e no olhar, mas os nossos corpos desejam-se e entendem-se mais no tacto do que em palavras, contudo estas completam-nos.

Cada toque teu é uma frase inteira que me faz reflectir por horas, pelo mistério do desejo que vai aflorando dentro de mim e pelos sentimentos desconcertados que me entopem a mente.

A única certeza que tenho, neste turbilhão desconhecido de emoções, é que quando estamos juntos, não há tempo ou espaço, apenas o nosso mundo paralelo de desejo, fulgor de intimidade e busca pelo insano.

Lucy Hare


também poderás gostar...

Hoje apeteces-me