Gostas de mim?

Não sabia se estavas presente nem se ia conseguir chegar a horas... mas sabia que estavas à minha procura.

Sei que a perfeição ao teu lado não existe. Existe antes o bem-estar de rir sem vergonha e o olhar sem ser obrigada a baixar a vista.
Ao teu lado existe o conforto em encontrar uma realidade diferente da minha, um calor humano transmissível e um desejo de prolongar o tempo para poder rir e ouvir o mar.
É como se a energia positiva , a felicidade, a simplicidade se implementassem na tua alma.
Ao deparar-me com esta situação volto-me a rir.

És alguém fácil de aproximar; deixas entrar na condição de não ficar.
És alguém descontraído e dado; dás mas também tens a necessidade de receber.

És para além das convenções sociais, da aceitação e julgamento. Tal como tu disseste: "todos somos únicos". Tu és único.
Posso afirmar que és a constante vontade de rir e amar sem me dar ao luxo de apaixonar. Deixo isso para quem sabe amar...

Olhos brilhantes... sorriso encantador...

Não vou te pedir que me prometas o teu riso , mas esperarei sempre ouvir a tua voz no meio do mar de Espinho. Guardei-a na minha memória: "levanta-te... por favor, Daniela."

Gostas de mim?

Daniela Costa

também poderás gostar...

Hoje apeteces-me