Obrigada por me teres deixado

Obrigada. Não pelos momentos, não pelas palavras, não pelos abraços nem tão pouco pelos beijos.
Obrigada pelas noites mal dormidas, obrigada pelas lágrimas, obrigada pelas mentiras.
Obrigada por todas as vezes que me deixaste sozinha, quando estavas nos braços dela.
Obrigada por todas as vezes que te liguei e não me atendeste porque estavas ocupado com ela.
Obrigada por todas as mensagens que ignoraste porque era mais importante falar com ela.
Obrigada por todos os sonhos que me fizeste criar e conseguiste acabar com eles.
Obrigada por em nenhum momento teres sido capaz de admitir a porcaria que foste, sem que dissesses sempre que estás de consciência tranquila apenas para tirar importância à merda que fizeste.
Obrigada por todas as vezes que me disseste estar a ser sincero comigo e apenas me estavas a mentir mais uma vez.
Obrigada por me teres criticado tanto e me teres feito o triplo pior.
Obrigada por teres feito tudo aquilo que dizias ser incapaz.
Obrigada por fazeres alguém ter voltado a acreditar no amor, enquanto que a mim me fizeste sofrer com ele.
Obrigada por teres conseguido fazer alguém verdadeiramente feliz ao mesmo tempo que me fazias sofrer tanto. obrigada por todas as vezes que me viste chorar e nem um abraço foste capaz de dar.
Obrigada por teres estado ao lado de alguém nos melhores momento, enquanto que a mim me deixaste nos piores.
Obrigada, por depois de tudo não teres a coragem e o respeito de ser totalmente sincero comigo em tudo, tal como sempre me pediste para ser contigo.
Obrigada, por não perceberes a gravidade das coisas que fizeste.
Obrigada por no meio de tudo isto a única coisa que interessa continuares a  ser tu.
Obrigada por todas as garantias que me deste que em nenhum momento correspondiam à realidade.
Obrigada por teres desistido de mim à primeira barreira.
Obrigada por teres escolhido o caminho mais fácil.
Obrigada por a teres colocado nos teus braços da mesma maneira que me colocavas a mim.
Obrigada por teres deixado para trás sete anos de uma vida.
Obrigada por a teres tratado como eu estava habituada a que me tratasses.
Obrigada por a teres colocado em primeiro lugar, e a mim em último.
Obrigada por teres aberto os braços a outra pessoa e fechado o caminho para mim.
Obrigada, honestamente, por finalmente eu ter a certeza que o problema não fui eu, mas sim tu.
Obrigada, por não teres lutado por nós.
E obrigada, por me tirares o mundo que preferiste dar a outra pessoa.
Obrigada por teres preferido qualquer coisa a uma coisa que podia durar a vida inteira.

Sara Pereira

também poderás gostar...

Imagem

Não nego