O homem de hoje em dia

Este texto é para cada um de vocês: HOMENS.

O homem de hoje em dia.

O homem de hoje em dia é, ao contrário do que ela pensa, igual ao homem de antigamente. Igual.

O homem de hoje em dia, preocupa-se com o que tem à sua frente (mesmo que seja representado sempre o contrário). E não existem melhores olhos do que os vossos que provem exatamente isso.

O homem de hoje em dia escreve, cita poemas atrás de poemas, mesmo que o papel não seja o recurso mais utilizado.

O homem de hoje em dia adora surpreender. Simplesmente adora! Adora ver e sentir uma mulher feliz.
Mesmo eu enquanto mulher, sei e sinto que para os homens não existe nada melhor do que ver a flor crescer.
E as flores somos nós. As flores desde sempre foram o nosso corpo, os nossos traços, a nossa forma de ser. Cabe somente a cada homem tratar dessa flor, regar todos os dias, cuidar como se fosse dele (porque no fundo todas somos), de alguém.

O homem de hoje em dia adora um futebol ao domingo à tarde, é inevitável. Mas isso não implica que a mulher saia do jogo. Muito pelo contrário.
O homem de hoje em dia quer fazer o que gosta mas com quem mais gosta.

Quer ir ver o futebol, mas de preferência com ela.
Quer dar um passeio, mas quem melhor do que ela?
Quer um fim de semana bem longe de casa.
E que corpo senão o dela?
Que mãos senão as dela?
Que toque senão o dela?
Que cheiro senão o dela?
Que palavras senão as dela?
E que inteiro, intenso, repleto, suado, profundo, ardente e forte amor... senão o dela?

É claro que o homem de hoje em dia quer amar.
Então não tenhamos medo quando o assunto se trata do corpo (daquele corpo), da nossa entrega e do amor. (Mas só, e somente só, em caso de amor).

Para todos os homens: Continuem a cuidar das vossas flores, a surpreender o impossível, a compreender o incompreendido e a parar sempre quando vos é pedido.

Um homem sabe sim, como amar uma mulher.
E refiro-me pois, no seu único, poderoso e carnal sentido lato.

E nisso, admito e confesso-me por inteiro que não existe melhor forma que a vossa...

De amar.

Patrícia Fonseca 


também poderás gostar...