25 coisas que todo o Pai deveria fazer pelas suas filhas, mas que raramente faz

Eu não sou um pai e nunca serei. Mas sou uma filha, e tenho dois pais: um biológico, o outro por casamento.
Nos meus curtos 23 anos neste planeta, eu vim a perceber que o laço entre pai/filha é algo realmente especial. Tão especial que as atitudes e amor de um pai têm uma forte influência em moldar o carácter da sua filha.
Inspirado por aquilo que o meu pai me ensinou, compilei uma lista de todas as coisas que acredito que todos os pais de meninas deveriam saber para garantirem que a sua influência é a melhor possível.

1. Mentaliza-te que desde o primeiro dia, ela será sempre a tua princesa. Mas tu tens que te esforçar para que seja sempre assim.
2. Não assumas ou influencies os seus interesses só porque é uma menina. Não lhe mostres só flores e Barbies. Mostra-lhe carros e LEGOs, também.
3. Deixa que ela te ajude em casa ou no trabalho. Ela vai crescer sendo uma mulher que se sentirá confiante ao entrar em qualquer emprego.
4. Fala com a sua mãe de igual para igual, não a faças sentir inferior, e a tua filha irá esperar o mesmo mais tarde.
5. Mostra-lhe o teu lado sensível. Ela vai sentir que se for sensível também, isso não a irá tornar uma pessoa mais fraca.
6. Criem piadas e jogos entre os dois, apenas entre os dois. Acredita em mim, ela vai lembrar-se disso para sempre.
7. Encoraja-a a fazer todas as coisas que a assustam, porque estarás sempre a seu lado pronto a ajudá-la.
8. Faz-lhe promessas, e depois faz tudo para as cumprires. Os únicos desgostos na vida dela devem vir de pessoas que não saibam o quanto especial ela é.
9. Mostra-lhe as habilidades que melhores conheces.
10. Pede-lhe para te mostrar as habilidades que ela melhor sabe e tu não.
11. Tenta entender os seus interesses mesmo que não entendas. Vais ensiná-la que, independentemente dos talentos dela — ballet, arte ou wrestling com os rapazes — eles interessam.
12. Isso é especialmente verdade se os seus interesses forem mais “femininos”. Ensina-a que eles são tão importantes independentemente do que sejam.
13. Se não dirias a um filho, não digas à tua filha.
14. Quando ela chegar até ti com um problema, não a afastes ou digas para ir falar com a mãe. Ouve o que ela tem para te dizer. Ela voltará a falar contigo sempre que tiver um problema.
15. Não fales sobre mudanças no seu corpo, ou orientações sexuais, com desprezo. Apenas vais ensiná-la que deve ter vergonha disso.
16. Não fales sobre os corpos de outras mulheres como se fossem um objecto. Ela irá ouvir e tomar as suas conclusões.
17. Fala com ela sobre mulheres fortes e bem sucedidas, não apenas homens, e ela irá ficar inspirada a ser como elas e assim saberá que terá uma hipótese.
18. Resolve todos os assuntos com a sua mãe na frente dela. Ela irá ver que as mulheres merecem uma voz activa em qualquer relacionamento e mais tarde irá procurar alguém que a trate com o mesmo respeito.
19. Não brinques dizendo que tens uma arma preparada quando os rapazes vierem ter com ela. Apenas vais ensiná-la que não confias nas suas decisões.
20. Enfrenta de caras a injustiça e a opressão. Acredita quando os oprimidos dizem que estão oprimidos. Vais mostrar-lhe a ter compaixão com o próximo e que não há nada de inferior ou desumano em fazer o que está certo.
21. Se tu a ensinares com base no exemplo positivo que lhe dás, não precisas de afastar os “bad boys”. Ela saberá o que será certo para ela.
22. Se existir um rapaz na sua vida, garante que estarás lá para ela quando o seu coração partir. A verdade é que irá acontecer. Torna-te disponível para que ela fale contigo, e não com ele.
23. Explica-lhe que ela é a única pessoa responsável pelo que acontecerá com o seu corpo.
24. Faz-lhe elogios, e à sua mãe, regularmente.
25. Diz-lhe que a amas. Manda-lhe mensagens regularmente. Garante que ela sabe bem que, independentemente do que poderá acontecer, estarás sempre do seu lado!

Mandy Velez (tradução)

também poderás gostar...

Imagem

Amor bom é amor leve