Hoje é daqueles dias em que sinto a tua falta


Hoje é daqueles dias em que sinto a tua falta, do teu sorriso, das tuas parvoíces, até das tuas brincadeiras estúpidas que me deixavam sempre com nódoas negras, tenho saudades tuas, de quando me fazias feliz. Não sei se também sentes a minha falta, por mais raro que seja o dia, não sei se pensas em mim por mais curto que seja esse minuto, mas uma coisa eu sei, tu amaste-me, porque apesar de teres errado e teres escondido o que éramos, foste contra tudo e todos para ficares comigo, choraste horas e horas por estares sem mim, e são essas talvez as melhores memórias que tenho comigo, os dias em que errámos um com o outro, pois era nesses dias que eu via o que realmente significava para ti. Aquela viagem de autocarro em que eu só chorava no teu ombro enquanto ouviamos "Tudo por amor" lembras-te? As palavras maravilhosas que me disseste nesse dia, os momentos fantásticos que vivemos ao longo de quase 3 anos.
Lamento imenso que tenha sido este o fim, não há um dia que não pense em ti, seja por vontade própria, por uma foto ou por uma mera frase que se encaixa perfeitamente na nossa história.
Digo com orgulho que foste o meu primeiro amor. Foste o melhor que me aconteceu, fizeste me ver que nem tudo corre como nós pensamos, fizeste-me aprender que nem tudo se paga na mesma moeda, e ainda que nem sempre vamos receber dos outros aquilo que damos, mas sabes que mais? Cada um dá o que tem, e eu dei. Dei tudo o que tinha, dei tudo por ti, dei amor, dei carinho, dei-te tempo. Esperei horas a fio por uma mensagem tua, fosse o que fosse, mas nunca perdi a esperança... Ainda hoje espero, ainda hoje penso na promessa de que se um de nós casasse, quando chega na missa a parte de "Alguém se opõe a este casamento?" o outro esteja lá, a ver aquilo em que nos tornamos e ver se é mesmo este o nosso fim...

No que depender de mim irás lá estar, irei esperar até que tu decidas se este é o fim ou não, de um amor que se uniu talvez num só coração, no meu... Quero que saibas que continuo aqui, com esperança que um dia venhas, mas até lá vou vivendo a minha vida, na esperança que um dia a nossa história deixe de estar inacabada...

Cátia Monteiro

também poderás gostar...