É, perdeste-a.

É, perdeste-a. Perdeste a rapariga que deu tudo e mais um pouco por ti. Que em nenhum momento te deixou sozinho e esteve sempre ao teu lado quando mais precisaste. Deixaste ir embora a pessoa que fazia o teu mundo mais bonito, a que sempre te tentava pôr um sorriso na cara quando o dia era mau. Tu nunca reparaste mas os olhos dela brilhavam e sorriam cada vez que te via e que estava ao pé de ti, sabes porquê? Por que para ela nada significava mais do que te ter ali, ao pé dela. Queres saber uma coisa? Podes até não sentir falta dela agora, mas vai chegar um dia que vais parar e pensar: “onde ela estará?” E nesse mesmo momento vais sentir a falta dela e vais perguntar-te o que fizeste de errado para ela ter ido embora, mas aí vais lembrar-te que ela não queria ir. Tu obrigaste-a a ir embora. Acabaste com isso tudo. Acabaste com aquilo que te enchia o coração sem dares conta. Preferiste continuar agarrado a algo que nunca te irá dar o que ela te dava. Nunca te passou pela cabeça foi que naquele momento, estavas a perder e felicidade da tua vida e que depois de tudo, ela nunca mais voltaria. Sempre acreditaste que ela voltasse. Mas olha, parece que nunca mais voltou mesmo. Aprendeste a lição tarde demais, amigo. Espero que agora cada vez que a vejas com outro alguém, a fazer aquilo que tu deverias ter feito enquanto estavas com ela, te arrependas e sofras como ela sofreu. Espero que te arrependas quando a vires feliz com outro e ela não olhar mais para ti com aqueles olhos brilhantes que só ela tinha. Tivesses dado valor enquanto tiveste, agora é tarde demais parceiro. Lamento.
Eva Araújo

também poderás gostar...