Obrigado por me ensinares a ter amor próprio

Sim como podes calcular, eu era mesmo “fachada”. Sempre coloquei esta relação acima de tudo. Tu eras o “Meu Amor, A minha paixão”, sempre te dei o melhor de mim e como sempre disseste: “Isto não era suposto acontecer, apaixonares-te”.
Eras o meu primeiro e último pensamento do dia. Eu estive sempre lá quando mais precisaste, quando querias apoio, quando querias carinho, quando querias massagens porque te doíam as costas, quando te aleijavas, quando ... E tu? Onde estavas quando mais precisei? A única vez que precisei de verdade não estavas lá, estavam todos aqueles que sempre criticaste por isto ou por aquilo… Mas eles estavam lá, apoiaram-me, abraçaram-me... Ligaram-me . Tu apenas te limitaste a abandonar-me e a dizer que eu queria apenas e só “atenção”. “Porque me fizeste isto? Porque me enganaste? Se o Amor acabou, porque não tiveste coragem de o dizer? És feliz a maltratar os outros, a pisar nos sentimentos? Nunca gostaste de mim, era tudo fachada . A menina bem comportada aos olhos de todos, que fazia todos os teus caprichos só para te ter. Sabes? Eu espero que sejas feliz, que descubras o verdadeiro significado de Amar, que consigas fazer planos com essa pessoa como eu um dia fiz para ti, que contes os minutos para vê-la como eu contava para te ver, que fiques triste quando não estiveres com ela , que queiras gritar ao mundo “que ela é a Mulher da tua vida”… Talvez fique para "tia", mas… Mas não hei-de fazer sofrer ninguém…
Eu sei que possivelmente vai ler esta carta, sei também que vais pensar que só quero atenção e tantas outras coisas. Mas sabes já não choro mais por ti e nem te quero ver mais, contigo aprendi muita coisa para seguir um novo caminho. Caminho esse onde mora a palavra “Amor próprio e Felicidade”
Sê feliz bebé a enganar outras...
Da tua “Ex princesa”.

Janete cunha

também poderás gostar...