A vida devolve a dobrar – as coisas boas e as coisas más

Parece brincadeira, mas não é. A lei do universo é simples: ação e reação. Quem nunca ouviu falar que o mundo dá voltas? Ou que coisas boas atraem coisas boas e coisas ruins atraem coisas ruins? Não importa a tua religião ou credo, o universo retribui.

Encontrar uma carteira cheia de dinheiro na rua? Acontece. Devolver? Nem sempre. E quem devolve? É bobo. “Se tu perderes a tua, ninguém te devolverá”, eles dizem. “Toda a gente pega, toda a gente rouba, toda a gente é esperta”. Calma lá, amigo, eu não sou ‘toda a gente’. A vida devolve em dobro.

Nunca utilizes as pessoas como meio, mas sempre como fim em si mesmo. Isso é Kant. E é Deus, Oxalá, é a ciência, é ateísmo. Não importa de onde tiras esse conceito. A paz de espírito só existe se tu estiveres bem contigo e com o outro. Ninguém aqui é uma ilha.

A vida, meu amigo, devolve cada centavo. Mas nem por isso deves esperar sentado a retribuição pelas tuas boas ações. Se estás nessa vibe, é melhor mudares de perspectiva. Sem motivos, sem objetivos futuros. Amar sem compromisso. Ama, inclusive, os teus inimigos.

Falta amor por aí. Faltam boas ações e sobra intolerância. O universo devolve em dobro. E pagamos também pelos erros dos outros. Afinal de contas, somos uma comunidade. Estamos juntos neste planetinha azul. Mais amor, menos guerra, inveja e ódio. Paz nos corações.

Valter Junior

também poderás gostar...