Estejas onde estiveres


- Vais-me deixar não vais? Agora estou horrível, sem meus cabelos... 
 - Não te queria dizer já essa resposta, mas sim, eu vou te deixar. Um amanhã talvez não sei. Realmente estás horrível... 

Horrível em dizeres essas palavras, não estou contigo só pelos teus lindos e longos cabelos, no qual a minha mão entrelaçava neles, sim eu vou sentir saudades deles é verdade. De quando se cruzavam em nossos lábios atrapalhar um beijo tão nosso, de esconder o teu sorriso por trás desses fios. Mas eu não estou contigo por isso. Estou contigo porque fizes-te de mim o homem que sou hoje a amar-te. Estejas onde estiveres, mesmo numa cama de hospital a lutar, estarei a teu lado princesa. 

Hoje posso não saber o que fazer, o que dizer, dias difíceis de serem vividos, sem sonhos, sem objectivos, sem planos, pois estarias incluída neles todos. Tenho todos os dias à porta a saudade do teu jeito, teu sorriso, e o teu abraço. Hoje o ecrã do meu quarto é a janela, tua voz será o meu hino. Hoje és mais uma estrela no céu minha guerreira... 

Estejas onde estiveres: Um até já! 

Dedicado a todas guerreiras que lutaram e lutam contra o cancro. 

Vera Oliveira

também poderás gostar...